sexta-feira, 4 de julho de 2014

Mosca-de-cavalo (mutuca, moscardo ou tavão)

(Hybomitra bimaculata) - Macquart 1826

Os tabanídeos pertencem à ordem dos dípteros e são popularmente conhecidos por: mutuca, butuca, moscardo ou tavão. São possuidores de grande robustez. Ao contrário dos machos, que são fitófagos, as fêmeas são hematófagas. Podem provocar graves problemas na saúde de animais de grande porte e até mesmo no homem, já que as larvas resultantes da eclosão dos ovos, que  injectam na carne musculosa, podem originar necroses. As suas picadas, tanto nos animais como nos humanos, são muito dolorosas e geradoras de diversas doenças que carecem, quase sempre, de tratamento médico. Já foram detectadas mais de 30 enfermidades cuja origem lhes é atribuída.

Pode-se afirmar que é cosmopolita a sua distribuição geográfica. Apenas se nota a sua ausência em locais de altas latitudes e nas cordilheiras com neves perpétuas.

Existem mais de 3000 espécies em todo o mundo. 

 As larvas, que chegam a atingir grandes dimensões (até 6 cm), podem desenvolver-se, dependendo da espécie, em meio aquático ou terrestre, têm forma alongada e segmentada com as extremidades fusiformes. Alimentam-se de vermes, moluscos e insectos e podem mesmo ser canibais.

Relacionada com a grande agressividade dos tabanídeos, conta-se que a declaração de independência dos Estados Unidos foi assinada à pressa e sem discussão porque, na altura, ocorria um grande surto destas moscas na região de Filadélfia.

Reino:    Animalia
Filo:       Arthropoda
Classe:   Insecta
Ordem:   Diptera
Família:  Tabanidae
Género:   Hybomitra
Espécie:  H. bimaculata

Imagens captadas na Quinta da Casa Nova, Cortiçadas, Montemor-o-Novo










Enviar um comentário